sábado, 31 de dezembro de 2011

Me leu, me "ouviu"...muito obrigada!

  E por parecer muito lúcida em algumas ocasiões, e por parecer "meio louca" em outras, que eu "gerei" este modesto blog. Não por protesto, nem desabafo, mas porque queria ser um pouco "ouvida" nas minhas dúvidas diárias. Simples assim, tímido assim, nem feio, nem bonito, nada de espetacular, nem literatura, nem autoajuda (na verdade um pouco de "autoajuda" para mim!), sensível (um pouco) e repleto de coisas comezinhas, meu filho, a cara da mãe. Criador e criatura: conto aqui, por que sei que meu público é pequenino, como desejei sempre atingir (divido muito, mas com bem poucos), este "bloguezinho" também sou eu! Não só, mas também!

  Ainda que tenha "nascido" no finalzinho de 2011, ele faz parte do meu ano de 2011. E por isso gostaria de agradecer a vocês meu três (3) fiéis leitores (talvez não tão fiéis assim, mas aqui nunca se exigiu nenhuma monogamia ou assiduidade, como a gente desejaria que as boas relações  permitissem), meu pequeniníssimo, mas seletíssimo grupo de "leitores", a deliciosa sensação de ser escutada, não sei se compreendida, mas pelo menos ouvida nas minhas desajeitadas "conclusões" inconclusivas sobre esse jogo, essa brincadeira, essa dança, essa coisa toda que é viver, não tem preço. Não desejaria agradar, embevecê-los com o meu palavrório, nem corrompê-los, nem tampouco persuadí-los, meu desejo, com este espaço,  é sincero, é simples, é claro: dividir dúvidas, angariar gente disponível para "me ler" a medida que me mostrasse.

  Alonso, Cris e Rafa obrigada pela companhia, pelos "olhos-ouvidos" sempre dispostos a acompanhar minhas "desventuras interiores", minhas "quase-epifanias", as divagações de uma, entre tantas por aí, que "parecem loucas". Que 2012 seja repleto de dúvidas, questionamentos, sensações de um deslocamento quase insuportável  essas coisas, entre outras tantas que permitem que a gente seja cada vez mais gente (Afinal, o que a gente precisa mesmo é de se humanizar!) Porque só não estando em conformidade com o mundo que a gente compartilha, que a gente valoriza essa doce agonia de parecer louca. Pareço louca?! Se sim, é porque estou vivendo e tendo dúvidas a respeito de tudo. Só mais uma dúvida para o ano que termina: alguém mais me lê? Beijos e um ótimo ano para nós quatro!Até logo...





4 comentários:

Carla Machado disse...

E eu (interrogação)... não sou assídua, mas sou leitora!!!

Anônimo disse...

Só não gosto quando o blog se recusa a publicar meus comments!

Amo te ler, ouvir, perceber, sentir... Conte comigo sempre! Pretendo continuar te lendo, ouvindo, percebendo, sentindo e principalmente: enlouquecendo junto com vc... hehehe

Bjos Priminha do Coração!

Amanda M. disse...

Tá Carlinha, você pode ser uma "agregada"... a gente aceita!rsrsrs

Amanda M. disse...

Sim. Às vezes este bloguezinho é meio malvado e não aceita "contribuições", priminho!!!
Mas você tem lá suas técnicas, né? Ainda bem...je t'aime!